Exposição Entre Olhares

 

Apresentação

Rafael Ansaloni é mineiro de Belo Horizonte e, desde que chegou ao Rio de Janeiro, se dedica ao estudo da fotografia como expressão artística. 

           

Enquanto se desdobra entre suas outras profissões (pai e engenheiro), vem construindo seus primeiros trabalhos. Dentre eles está a série “Em Seus Olhos”, que ganhou destaque por retratar o mundo através dos olhos da sua filha recém-nascida, e lhe rendeu um convite para uma exposição ao lado dos renomados fotógrafos brasileiros Gabriel Wickbold e Eduardo Rezende, no Morro da Urca, em 2016. 

       

Convidado para participar das comemorações de 18 anos do Rio Scenarium, Rafael traz à Galeria Scenarium dois trabalhos que, apesar das distinções estéticas, têm em comum o Rio de Janeiro. Ambos têm suporte no retrato e contam histórias de pessoas comuns e suas relações com a cidade e a vida.

           

Outros Olhos - Essências (2016)

O trabalho “Outros Olhos" busca a essência de pessoas comuns, através de suas histórias pessoais. A partir de contatos rápidos e conversas espontâneas, o autor buscou extrair os sentimentos de pessoas que passavam por um dos cartões postais do Rio de Janeiro: o Pão de Açúcar.

 

Turistas ou locais, cada um trazia consigo a sua própria história e experiências de vida, muitas vezes transbordando-as através dos próprios olhos, e não apenas em palavras. A partir da sua própria história, retratada no trabalho “Em Seus Olhos”, o autor estabelecia uma relação de empatia e conexão com os fotografados em que a troca acontecia naturalmente.

 

Nesta exibição, o visitante é convidado a participar da experiência vivida pelo autor, além das imagens. Basta utilizar um leitor de QR Code ou digitar diretamente no navegador do seu smartphone o link disponibilizado na descrição de cada grupo de fotos.

 

Aperte o play e mergulhe ainda mais nos olhares destes outros olhos. 

Trabalhadores de Areia (2017)

O ensaio “Trabalhadores de Areia” reúne trípticos formados por cortes expressivos da realidade de trabalhadores da praia de Copacabana.

 

Fragmentos do tempo, corpos e mercadorias destes personagens, foram registrados como "miniaturas da realidade que qualquer um pode fazer ou adquirir”, citando trecho do livro “Sobre Fotografia” de Susan Sontag.

 

As pernas e os pés marcados pelo sol, sal e areia, sustentam corpos e famílias resistentes ao tempo e suas adversidades. Produtos para todos os gostos são carregados por mãos, braços e ombros de idades e origens diversas.

 

A abordagem estética utilizada reflete a interpretação do autor, e representa o impacto de constantes crises sociais, econômicas e políticas na desconstrução do cidadão, que por sua vez, permanece forte e não desiste da luta.

 

Este trabalho foi um dos pré-selecionados para o Festival Internacional de Fotografia de Paraty em 2017.

 

Serviço

Exposição Entre Olhares

Local: Galeria Scenarium – Rua do Lavradio, 15 – Centro Antigo – RJ